Regulamento uma Ideia para um Videojogo

O concurso UMA IDEIA PARA UM VIDEOJOGO é uma iniciativa promovida pela LISBOA Feira Congressos e Eventos (LISBOA-FCE), Associação de Produtores de Videojogo (APV) e A Ludoteca, com o apoio do Ministério da Educação, através da Direcção-Geral da Educação, a decorrer no âmbito do evento LISBOA GAMES WEEK, com data prevista de realização de 21 a 24 de Novembro de 2019, destinada a premiar os melhores trabalhos na área da criação de videojogos.

O concurso implica a concepção e desenvolvimento dos jogos, sendo solicitado aos alunos a apresentação de uma ideia para um videojogo e uma demo executável de um videojogo.

  1. Identificação dos objectivos:
  1. Promover a apropriação da tecnologia digital no desenvolvimento de competências multimédia;
  2. Promover a criatividade;
  3. Desenvolver e aprofundar as competências nos domínios da narrativa, arte e programação associadas à criação e desenvolvimento de videojogos;
  4. Promover a utilização dos recursos educativos e a utilização da biblioteca escolar;
  5. Divulgar e partilhar com a comunidade educativa os recursos educativos desenvolvidos nas várias escolas;
  6. Promover a ligação com a comunidade envolvente.
  • A quem é dirigido:

O concurso UMA IDEIA PARA UM VIDEOJOGO é dirigido a crianças e jovens integrados em dois grupos escolares, correspondendo o primeiro grupo aos alunos 1.º e 2.º ciclos e o segundo grupo aos alunos do 3.º ciclo e secundário, provenientes de escolas de ensino público e/ou privado estabelecidas em Portugal.

São permitidas equipas mistas, dentro do mesmo agrupamento ou escola, e dentro das categorias estabelecidas nos desafios: 1.º e 2.º ciclos do ensino básico; 3.º ciclo do ensino básico e ensino secundário.

Ficam excluídos da participação familiares de membros da organização do LISBOA GAMES WEEK, seus agentes, parceiros ou fornecedores e ainda elementos de quaisquer empresas e/ou instituições diretamente associadas ao concurso.

As crianças e jovens devem submeter a autorização expressa do Encarregado de Educação para a participação neste concurso, conforme o modelo em anexo a este regulamento (Anexo I), que inclui igualmente a autorização expressa para uso dos direitos de imagem, utilização de obra e tratamento de dados pessoais.

O modelo de autorização deve ser impresso, preenchido e assinado pelo Encarregado de Educação e entregue juntamente com o trabalho a submeter a concurso. A não entrega desta autorização implica a não-aceitação da candidatura do trabalho submetido a este concurso.

Todas as equipas devem ser supervisionadas por um professor cuja identificação deverá constar na secção de apresentação de cada trabalho a concurso.

  • Identificação dos produtos que devem ser entregues e das suas características:

Concurso 1 – Para 1º e 2ª Ciclos EB

UMA IDEIA PARA UM VIDEOJOGO expressa através de um “Game Design Document” em pdf (até 7 páginas), com as seguintes características:

– Imaginário do jogo (história, mundo de jogo, temas);

– Mecânicas de jogo (regras, interacções);

– Exemplos de níveis, estilo visual, e referências de jogos parecidos.

O documento apresentado deverá explicitar o funcionamento do jogo: o objetivo, os seus elementos (personagens, a sua forma de interacção, meio ambiente, entre outros). Deverão ainda ser explicados os elementos de estética, os temas e outras considerações que se entenda por oportunas.

Concurso 2 – Para o 3º Ciclo EB e Ensino Secundário

Uma Demo Executável de um videojogo” em Protótipo .exe ou .apk (no mínimo com 2 minutos de jogabilidade),  com as seguintes características:

– Mecânicas principais do jogo;

– Para PC ou mobile android;

– Mostrar a ideia em geral.

O demo deve ser acompanhado de um documento, ou de um vídeo, a apresentar o jogo, a ideia por detrás do jogo e como é que este funciona.

  • Critérios de avaliação dos trabalhos:

A avaliação dos trabalhos será feita com base em critérios de originalidade, apresentação e fidelidade ao tema, tendo em conta os seguintes critérios específicos:

Concurso 1 – Game Design Document:

  • Imaginário do jogo: 15%;
  • Mecânica do jogo: 60%;
  • Exemplos de níveis, estilo visual e referências a jogos semelhantes: 25%.

Concurso 2 – Uma Demo Executável de um videojogo:

  • Protótipo .exe ou .apk: 70%;
  • Documento ou um vídeo de apresentação do jogo: 30%.
  • Procedimento de submissão dos trabalhos:

Todos os participantes devem submeter os seus trabalhos no seguinte link https://www.lisboagamesweek.pt/o-proximo-grande-jogo-pode-ser-o-teu/.

Concurso 1: upload do Game Design Document;

Concurso 2: envio do link do trabalho (protótipo e documento/vídeo).

O uso de um nome ou endereço falso determina a sua imediata desqualificação.

As inscrições incompletas, ilegíveis, indecifráveis, inaudíveis ou ilegíveis (se feitas por formulário de inscrição on-line) não serão válidas e serão consideradas nulas.

Todas as inscrições devem ser feitas diretamente pelo membro proponente de cada equipa. As inscrições devem ser acompanhadas das autorizações concedidas pelos Encarregados de Educação, com indicação dos nomes e contactos dos restantes membros e do agrupamento/escola a que pertence a equipa.

As inscrições feitas online com recurso a métodos gerados por um script, macro ou o uso de dispositivos automatizados serão anuladas.

Nenhuma responsabilidade pode ser aceite por inscrições perdidas, danificadas, fora de tempo, transferência incompleta de arquivos ou devido a erro do computador.

  • Prazo de entrega dos trabalhos:

Todos os trabalhos devem ser entregues até às 23h59 do dia 10 de Novembro de 2019

  • Prémios:

Ambos os concursos premeiam as equipas vencedoras com uma apresentação do respectivo Trabalho no Auditório LoadingZone.PT nos dias 23 (concurso 1) e 24 (concurso 2) de Novembro de 2019 e com a oferta, por parte da Organização do Lisboa Games Week, das viagens e entradas no evento para cada membro integrante e um acompanhante adulto (3 alunos + 3 acompanhantes adultos por equipa).

  • Júri:
  • Ricardo Flores – Fun Punch Games
    • Isaque Sanches – A Ludoteca
    • Diogo Vasconcelos – Nerd Monkeys

 

  • Atribuição de prémios e divulgação do resultado:

São premiados os melhores trabalhos na área da criação de videojogos em cada um dos grupos escolares. A divulgação do resultado será feita no dia 15 de Novembro de 2019

Os prémios não são transferíveis para outra pessoa e não são substituíveis por dinheiro ou outros.

Os vencedores são responsáveis por todas as despesas não incluídas especificamente nos prémios, incluindo quaisquer documentos de viagem, passaportes e vistos necessários.

O evento LISBOA GAMES WEEK não se responsabiliza por perdas consequentes como resultado da entrada no evento, na competição ou em qualquer actividade associada ao evento.

A LISBOA-FCE reserva-se o direito de alterar os termos das competições a qualquer momento e rejeitar inscrições de participantes que não entrarem no espírito da competição.

No caso de um prémio não estar disponível, a LISBOA-FCE reserva-se no direito de oferecer um prémio alternativo de valor igual ou superior.

Se o(s) vencedor(es) não puderem ser contactados ou não puderem cumprir com estes termos e condições, a LISBOA-FCE se reserva o direito de oferecer o prémio a outro trabalho seleccionado pelo Júri.

  1. Código de conduta:

Os trabalhos apresentados devem obedecer às normal legais em vigor pelo que os concorrentes comprometem-se a não transmitir conteúdo: 

– cujo carácter ilegal, pornográfico, incitador ao ódio, que viole as leis relacionadas com pornografia infantil e exploração sexual de menores, permita ou encoraje práticas pouco seguras que possam originar danos de carácter físico, mental ou moral em crianças, censurável em termos raciais, étnicos, sociais, políticos, legais, morais ou religiosos, ou de outro modo censurável, ou ofensivo dos direitos de terceiros, incluindo, sem carácter limitativo, os direitos de proteção da privacidade e de propriedade intelectual;
– que possa violar qualquer patente, marca, segredo comercial, direito de autor ou intelectual ou de exclusivo de qualquer pessoa. Para que não haja dúvidas, o concorrente apenas pode contribuir com obras de sua autoria, portanto originais. Quer isto dizer que o concorrente não pode utilizar imagens de celebridades ou produtos de empresas, nem imagens, textos ou conceções gráficas que tenham sido copiados de um determinado website sem a autorização por escrito do seu titular. O trabalho apresentado pelo concorrente não pode utilizar elementos de imagens ou citações que tenham sido criadas por outras pessoas;

– que constitua ou encoraje uma prática de infração criminal ou atividade ilegal, viole os direitos de qualquer pessoa ou viole qualquer lei ou regulamentação nacional ou internacional.

  1. Regulamento Geral de Protecção de Dados:

Todos os dados pessoais disponibilizados serão tratados exclusivamente para o efeito de gestão da atribuição dos prémios pela LISBOA-FCE, enquanto entidade responsável pelo tratamento dos dados. Relativamente a quaisquer questões relacionadas com o tratamento de dados, neste contexto e para esta finalidade, a LISBOA-FCE poderá ser contactada através do endereço de e-mail: [email protected]

Os dados pessoais serão conservados pelo período de tempo necessário para atribuição de prémios e gestão deste concurso, excepto nos casos em que outro período seja exigido pela legislação aplicável.

A LISBOA-FCE garante aos titulares o exercício dos seus direitos em relação aos seus dados, como o direito de acesso, rectificação, apagamento, oposição, limitação do tratamento e portabilidade, de acordo com a legislação em vigor.

  1. Resolução de Conflitos:

Caso não se chegue a acordo relativamente a qualquer litígio emergente da interpretação ou execução do presente Regulamento, o litígio será submetido aos tribunais do foro da Comarca de Lisboa, com renúncia expressa a qualquer outro.

  1. Aceitação das Condições:

Todos os participantes no concurso aceitam implicitamente os termos e condições estabelecidos no presente Regulamento.